PUBLICIDADE

Responsive image

Jacinto Ferreira

Crônicas, Acontecimentos, Gente

E esse diálogo


Uma tia minha estava se queixando que antigamente os casamentos duravam à eternidade e, segundo ela, hoje não mais. 

 

Aí inventei de esclarecer pra ela que antigamente (não tão antigamente, algo há 4 décadas atrás) três fatores faziam os casamentos durarem tanto:

 

- As esposas eram submissas aos maridos;

-O patriarcado e o machismo incutiam nas esposas que elas deveriam aguentar tudo de seus maridos; desde desgostos à humilhações; 

- Ser "Amélia" era bonito para as esposas, mas, mais lindo eram que fossem "Cornélias"; Logo os homens podiam deitar e rolar que as mulheres iriam perdoar, e melhor, aceitar como "natural" do ser "macho" de seus cônjuges.

 

Após dizer isso, ela se virou pra mim e me falou com extrema sinceridade:

 

-Você está querendo dizer que a mulher se comportar assim, (como antigamente) é errado?

 

-O que a senhora acha?

 

- Acho que era uma forma dela ter segurança.

 

- Pois é, tanto lá, quanto aqui, as mulheres ainda lutam por segurança. 

A diferença é que ao invés do conformismo, que escondia tanto sofrimento delas (como lá existia), hoje existe ação/luta/militância. 

E elas sabem que esse barulho de hoje, perturba, mas continuam insistindo nele, porque ele liberta.

 

Ela: em silêncio, com olhar pensativo, não me disse mais nada.


Colunas anteriores

E esse diálogo

Uma tia minha estava se queixando que antigamente os casamentos duravam à eternidade e, segundo ela, hoje não mais.    Aí inventei de esclarecer pra ela que antigamente (não tão antigamente, algo há 4 décadas atrás) três fatores faziam os casamentos durarem tanto:   - As esposas eram submissas aos maridos; -O patriarcado e o machismo incutiam nas esposas que elas deveriam aguentar tudo de seus maridos; desde...
Continuar lendo
Data:22/06/2022 15:45

Preciso falar sobre isso!

Para quem nunca foi alvo de Homofobia, para quem não tem empatia, ou para quem, no fim das contas, é homofóbico e não se reconhece como tal, os tipos e  frases da "pouca coisa", que mata mental, e fisicamente, podem ser assim listadas:   HOMOFOBIA "AMIGA":   1."Nossa, que DESPERDÍCIO!” 2."Não tenho nada contra, MAS..." 3."Adoro gay, MAS não gosto que fiquem se beijando na minha frente." 4."Pode ser lésbica, MAS...
Continuar lendo
Data:15/06/2022 22:32

Babi Paula

Uma caxiense, do sertão: princesa  Uma maranhense, do interior: filha da precisão Uma brasileira: negra  Uma mulher: simplesmente, m-a-r-a-v-i-l-i-n-d-a!!! Que venceu noites de dúvidas e madrugadas de ansiedade. Que sobressaiu por cima de preconceitos, deboches e menosprezos. Uma vitoriosa! Que empoderando a si, empoderou e empodera outras iguais, liberta mentes presas, e coloca no ponto do aceite, mentes cruas. Era, hoje é, e sempre será...
Continuar lendo
Data:08/06/2022 22:58

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: