PUBLICIDADE

Responsive image

Wybson Carvalho

Recanto do Poeta

Poesias existenciais


Poesia à luz 

Escrevi-te e transportei-te à ética

do pensamento ao branco papel

eis, pois, a alma poética

sob expulsão do útero verbal

à existência constituída

em eterno livro memorial!

Tua carne 

Eis, a densa porção avermelhada

em 1/3 da tríplice matéria

na qual tua alma está acasalada

e imersa na vermelha vida em sangue!  

Destinação 

O azul oxigênio é ilusão óptica 

à cor do firmamento

também, momentaneamente, 

às nuvens turvas e carregadas de água

a se derramarem inútil ao cáustico calor 

da terra sob iminência constante

à metamorfose numa bola de fogo   

a fauna e flora da própria humanidade!

Corpo ao ataúde  

Eis, ainda, sobre mim

o perfume das flores

tal qual cobertor a um corpo inerte

fugido da vida e seus odores...

haverá, pois, nele e dele

 - em fuga – 

um espírito e o pós, aqui jaz, sem aroma 

e a fétida putrefação

para a faminta metamorfose:

iguaria em tudo à alimentação do barro! 

Sumiço  

Abandonado com tal desprezo 

e deixado sem vigília alguma...,

que de si próprio e aos outros

foi desapercebido e despercebido 

de existência nenhuma

por ele e por todos!


Comentários


Colunas anteriores

Poemas sem título

... se o teu silêncio é o idioma da tua alma, então ensurdecedor é o vocabulário de tua matéria a se negar ao que deveras sente em ambas... ...não é o seu desprezo que mudará  quem eu sou para você; por isso me conheça, verdadeiramente, no âmago do seu silêncio às pouquíssimas vezes que se lembrar de mim...! ...namorei o teu verde olhar com oferta de esperança dele ser meu, mas o...
Continuar lendo
Data:27/02/2024 14:29

Poemas extratificados

Animais e animais   Os homens do início içaram a criação; os homens do meio imergiram a inteligência; os homens de agora inventam sob ira; os homens do amanhã, não existirão. Ordens em vão   Homens ávidos à paz insidiaram a causa da ira. as armas frias e de fogo não mais mancharam o mundo, então, a intenção de viver paira em novas certezas. porém, a...
Continuar lendo
Data:21/02/2024 16:08

Poesias condenatórias e purgatórias...!

Carnaval   Abundância de carne animal repartida aos entes do teatro infernal... eis, a iguaria vadia da fantasia... mistura de utopia e alegria: homens e máscaras em memorial e sob marchas em euforia no bacanal. Quarta-feira de cinzas   Há homens derramados nas passarelas e rostos de alegria apanhadas nas sarjetas pelos foliões da última noite... momentaneamente, um período dantesco se apaga para tudo retornar à luz...
Continuar lendo
Data:13/02/2024 09:28

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: