PUBLICIDADE

Responsive image

Sílvio Cunha

Caxias, Política e Sociedade

Resposta ressonante


Adversários do prefeito Fábio Gentil (Republicanos) denunciam rotineiramente que ele não  pára na cidade; que Caxias amontoa demandas urgentes de sua população, tanto na zona urbana quanto na zona rural, enquanto o prefeito só viaja, em plena época de pandemia instalada há mais de um ano no município.

Fazendo ouvidos moucos à cantilena que apenas visa desgastá-lo, o alcaide vinha aguentado estoicamente a pressão contrária repleta de argumentações negativas, que não levava em conta nem os infortúnios que se abateram sobre ele, sua família e círculo de amigos, vitimados pelo coronavírus. Aguentou calado, mas quando respondeu, apresentando aos caxienses os novos investimentos que o Governo do Maranhão começa a realizar no município, não precisou dizer nada, uma vez que o gesto reverberou, em tom ritombante, todas as respostas que tinham que ser dadas.

O assunto foi destaque na última sessão híbrida da Câmara de Vereadores de Caxias. Diversos parlamentares não fizeram cerimônia em elogiar abertamente o alcaide municipal, assim como o governador Flávio Dino, por finalmente haverem chegado a um acordo político que cria grandes possibilidades ao início de uma nova era de progresso, desenvolvimento e prestígio na terra de Gonçalves Dias.

Pelas mãos do secretário de Estado de Turismo, o conterrâneo Catulé Júnior, o governador deu sinal verde para começar logo a obra de revitalização da avenida Beira Rio, projeto orçado em cerca de 25 milhões de reais. Contudo, a gama de convênios firmados entre o estado e o município assegura mais aos caxienses um restaurante popular, um parque ambiental, a ampliação da faculdade de medicina da UEMA, dentre outros investimentos.

Ao eleger a revitalização da avenida Beira Rio como marco do novo ciclo de relacionamento entre o estado e o município, o prefeito manteve a linha de pragmatismo da sua gestão, que tem o segmento do turismo como fator preponderante para gerar emprego e renda à população caxiense. O trabalho iniciou em 2017, a partir da nova praça da Chapada, a Praça Dom Luís Marelim. Depois vieram o Natal Iluminado, o Mirante da Balaiada, a Praça da Bíblia e, agora, a nova Avenida Beira Rio.

Quando se olha para a economia do município, não há dúvida que a grande vocação de Caxias, no momento, é o turismo. Por ser uma cidade histórica, os turistas querem ter locais para visitar. Então, com a nova Beira Rio, o roteiro turístico irá se ampliar para além do lazer e dos quitutes servidos no Balneário Veneza, restando, talvez mais tarde, revitalizar também a grande piscina pública do bairro Ponte, que ora se encontra subutilizada.

Infelizmente o município se insere entre aqueles que sofrem e perdem divisas por causa de severos antagonismos políticos. E é daí que nascem as campanhas, as publicações nas redes sociais, difamando e desmerecendo o que vem sendo feito e apresentado aos caxienses. Não duvide que muito em breve apareçam notícias sobre agentes políticos assumindo a paternidade desse ou daquele projeto que está em andamento.

Talvez seja essa a razão de Fábio Gentil procurar fortalecer agora o seu círculo íntimo de poder, apresentando a filha, Amanda Gentil, e o primo, Teódulo Aragão, como seus correligionários prediletos a vagas na Assembleia do Maranhão e Câmara Federal. Além de legítima, sua pretensão é sensata, porque não é mais possível para ele continuar gastando sola de sapato e pneu de carro em viagens e mais viagens, atrás de emplacar o que imagina para a comunidade de Caxias.

Ademais, os caxienses estão de parabéns, porque a vacinação contra a covid-19 está célere na região. Professores, policiais, guardas municipais, o pessoal da área da saúde, os profissionais de comunicação, já receberam a primeira dose de imunizante. Na quinta-feira, 03, começaram a ser imunizadas as pessoas normais com mais de 58 anos de idade, enquanto a faixa etária prioritária aos portadores de comorbidades chegou a quem tem mais de 30 anos.


Colunas anteriores

Caxias e seu “brasão d’armas” equivocado

O brasão de armas da cidade de Caxias, no Maranhão, apresentado em cinco versões. As três primeiras, da esquerda para a direita, podem ser encontradas na internet, placas públicas,  papeis e envelopes timbrados oficiais, enquanto as duas, à direita, podem ser vistas na Câmara Municipal de Caxias. A da extrema direita é a que mais obedece a lei municipal que estabeleceu a simbologia. O leitor pode até não acreditar,...
Continuar lendo
Data:19/06/2021 17:34

Tensões à vista

A escolha dos parlamentares corregedor e subcorregedor de cada sessão legislativa, que dura dois anos, na Câmara Municipal de Caxias, está deixando a vereança nervosa nas duas últimas semanas. Assunto a ser resolvido logo após a posse da mesa diretora da casa, conforme estabelece o regimento interno da CMC, o fato dele estar em pauta agora, devido aos atrasos que a pandemia tem causado aos trabalhos do legislativo, acabou misturando, por conta da...
Continuar lendo
Data:13/06/2021 20:21

Resposta ressonante

Adversários do prefeito Fábio Gentil (Republicanos) denunciam rotineiramente que ele não  pára na cidade; que Caxias amontoa demandas urgentes de sua população, tanto na zona urbana quanto na zona rural, enquanto o prefeito só viaja, em plena época de pandemia instalada há mais de um ano no município. Fazendo ouvidos moucos à cantilena que apenas visa desgastá-lo, o alcaide vinha aguentado estoicamente a...
Continuar lendo
Data:07/06/2021 07:49

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: