PUBLICIDADE

Saúde

Caxias intensifica ações de combate ao mosquito Aedes aegypti

Mais de 80% dos domicílios do município foram visitados pelos agentes de endemias.

Por: Com informações da TV Mirante | Data: 13/01/2020 10:07 - Atualizado em 13/01/2020 10:09
Compartilhar

A Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), que é responsável pelo controle de endemias em Caxias, intensificou as ações de combate ao mosquito da dengue, zica e chikungunya.

A intensificação se deve principalmente por causa da chegada do período de chuvas. No ano passado, mais de 80% dos domicílios de Caxias foram visitados pelos agentes de endemias.

O município está em uma situação confortável quando o assunto é o mosquito Aedes aegypti. O índice de infestação hoje é de 1,9%; para o Ministério da Saúde o tolerável é 1%.

No ano passado, a UVZ realizou seis ciclos, que são as visitas aos domicílios em busca de focos do mosquito transmissor. Os agentes visitaram 86% dos quase 58 mil imóveis de Caxias.

Em um dos ciclos realizados, o bairro Castelo Branco chamou a atenção dos agentes de endemias. Em 25% dos domicílios visitados havia a presença do mosquito. Muito lixo é descartado nas ruas pelos moradores. Campanhas feitas tem diminuído o índice de infestação.

Com a chegada do período de chuvas, os cuidados têm que ser redobrados em toda a cidade. Tudo que acumula água parada representa risco.

“O lixo inservível da sua casa deve ser acondicionado em sacos, sacolas e disponibilizado para a coleta pública. Nunca jogue lixo no quintal ou deixe exposto na via pública e em terreno baldio do vizinho, porque você está contribuindo para o Aedes proliferar e quem sabe trazer uma situação difícil para todos nós”, alerta Natanael dos Reis, coordenador da UVZ.

PUBLICIDADE

Veja Mais

Comentários

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: