PUBLICIDADE

Responsive image

Fábio Kerouac

Um poeta caxiense em Hamburgo

Próxima parada: Brasil


Já tenho o meu bilhete de ida (e infelizmente) e volta para o Brasil. Pra lá eu vou em outubro, nas minha próximas férias, ou melhor, o que resta dela, duas semanas… 5 dias dessas férias eu usei na semana passada na região de Aix-en-Provence e Marseille, na França. De lá voltei um pouco triste, já que eu tinha que voltar ao trabalho, coisa que fiz ontem, numa segunda-feira sem sol e uma temperatura de 14° graus, isto em pleno verão! Em Marseille e região estava fazendo 34° graus e com um sol que me lembrava a cidade de Caxias num sábado à tarde.

 

Vou ao encontro desse sol em três meses pensando no que disse uma amiga quando eu postei algo no Facebook enquanto estava em Avignon, próximo a Aix-en-Provence. Ela disse: „Você é um privilegiado por viajar muito“. Lembrei de imediato um poema que já postei aqui numa coluna anterior:

eu nunca quis ter uma casa financiada pela caixa econômica
eu nunca quis ter um carro para pagar a perder de vista
eu não quis um diploma
nem tão pouco eu quis um filho
mas eu sempre quis ter aonde ir
eu sempre quis ter um bilhete de ida

Eu viajo e tenho como objetivo na minha vida "viajar". A minha amiga tem um belo carro do ano, "eu nunca quis ter um carro para pagar a perder de vista"! Nem quis um diploma, coisa que a cada vez que eu ia a Floriano vindo desde Caxias pra visitar a família eu era cobrado por uma tia professora. Ela e alguns membros da família estão com seus diplomas de mestrado, doutorado e sei lá mais o quê e eu continuo viajando… sem diploma! Já meu irmão, tenho uma irmã também, ele casou lá pelo seus 25 anos e tem 2 filhos, assim como minha irmã. Eu não tive filhos e acredito que Deus sabe o que faz! Ele não quis que eu disputasse com "meus filhos" entre pegar a estrada ou enviá-los à escola. Ele, o Supremo, me conhece muito bem e sabe que eu escolheria sair com a mochila nas costas, deixando casa, coisa que eu também nunca quis ter, família e entes queridos!

 

E eu voltei à França (eu estive ali no final de maio, mas exatamente em Paris!) para ver entes queridos que estavam de passagem pela terra de Paul Cezanne. Com eles passei pouco tempo, mas o suficiente para matar saudades sob o sol que nos lembrou um pouco a cidade de Teresina, onde eles moram, e Caxias, onde eu quero que seja o meu destino final, o meu lar quando eu me aposentar (ou quando passar desta vida para pior!). Pra lá irei comprar meu último bilhete de ida!

 


Colunas anteriores

A poesia ainda pulsa!

  Mamãe eu quero ser poeta quando crescer. Não, meu filho, poeta é vagabundo! Pois eu quero ser vagabundo, mamãe!   Contei isso certa vez pra alguém que veio me dizer que me chamavam de vagabundo por aí, pelos becos, nas mesas e casas de pessoas de bem, pois eu era poeta. Passei fome, fui ajudado por alguns, falei poesia, fui aplaudido depois disso, viajei em nome da poesia, não viajei por não ter grana, pois era...
Continuar lendo
Data:16/07/2019 14:29

Próxima parada: Brasil

Já tenho o meu bilhete de ida (e infelizmente) e volta para o Brasil. Pra lá eu vou em outubro, nas minha próximas férias, ou melhor, o que resta dela, duas semanas… 5 dias dessas férias eu usei na semana passada na região de Aix-en-Provence e Marseille, na França. De lá voltei um pouco triste, já que eu tinha que voltar ao trabalho, coisa que fiz ontem, numa segunda-feira sem sol e uma temperatura de 14° graus, isto em...
Continuar lendo
Data:09/07/2019 08:00

Lembranças

1988 Fui expulso de casa em 1988 com a gentileza da minha madrasta. Fui morar num mocó com meu irmão (o hoje sargento do exército Helder Ferreira), que naquela época estava em Sampa estudando no Objetivo. Era janeiro e em fevereiro fui morar num apartamento que o Tatu, um descente de japonês, alugou pra mim e Donizete, um técnico em eletrônica da cidade de Bebedouro que trabalhava conosco. O Doni ficou só 4 meses e o Helder só um...
Continuar lendo
Data:03/07/2019 11:01

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: